terça-feira, 15 de abril de 2008

I am an Outsider!


Outsider? Sim, é isso mesmo. Não se importar com o que os outros dizem, não deixar-se influenciar sobre as tendências - tanto de moda quanto qualquer outras dessas tentativas de uniformizar as massas.

Outsider? É isso mesmo, novamente. Pode ser um sinônimo de individualismo, sim pode ser, mas na verdade caracterizam as pessoas que vivem fora do mundo uniformizado e medíocre que a maioria vive sem reclamar. Partindo agora de uma opinião particular, os outsiders são pessoas que tem uma opinião formada e não se preocupam com o resto.

Posso estar equivocada sobre minha definição precoce sobre o termo, porém é assim que vejo o universo outsider. Os outros, chamamos aqui então de insiders, são o resto propriamente dito. São os que gostam de qualquer coisa que lhes são apresentados sem fazer nenhuma observação. São os facilmente adestrados pelo sistema que sempre será, mesmo que implícito, manipulador das opiniões para que as pessoas não possam pensar sozinhas.

Estou depreciando aqueles que não se encaixam como outsiders? Sim. Qual a razão? Simplesmente pelo fato de que nós, brasileiros, não podemos mais suportar pessoas desse tipo, pois são estas bestas acéfalas que empurram nosso país ainda mais para o buraco. São esses animais adestrados que com qualquer promessa barata vendem seu voto. Ou ainda, que com qualquer discurso mal feito são facilmente manipulados.

Tudo isso que disse acima poderia ser real, mas não será, nunca será. Ainda haverão milhares de indivíduos chorando com a novela das oito, vendendo seu voto para políticos incapazes, e assim caminha, sempre mais para o fundo do poço, a humanidade.

Um comentário:

Sirena disse...

Nossa... Lendo o que escreve parece meu professor de IPT... Fala claramente e mesmo assim, enche as pessoas de dúvidas... Adoro isso...
Aliais, aqui é demais... beijão!